domingo, 19 de maio de 2019

Nas últimas semanas, li 3 HQs


O cão que guarda as estrelas, de Takashi Murakami, publicado originalmente em 2008, narra a jornada de um homem e seu cachorro, que juntos viajam ao interior do Japão em busca de um lar. Um romance delicado e ao mesmo tempo profundo, que revela o verdadeiro significado de companheirismo e amor. Esse foi o primeiro mangá que li na vida, presente de meu querido amigo André. Ansiosa pelas próximas leituras.



O Alienista, escrito por Machado de Assis e publicado em 1881, é adaptado nesta versão para os quadrinhos pelos irmãos gêmeos Fábio Moon e Gabriel Bá. A história, como bem conhecemos, é sobre um grande médico, o Dr. Simão Bacamarte, "filho da nobreza da terra e o maior dos médicos do Brasil, de Portugal e das Espanhas", que decide estudar a saúde da alma em Itaguaí (RJ). Foi, então, construída na mais bela rua da cidade, a Casa Verde, asilo destinado aos loucos da região. A princípio, todos ficaram felizes com a novidade e, principalmente, com a pompa da cerimônia de inauguração. Porém, quando pessoas consideráveis sãs começam a ser internadas, toda gente da cidade começa a desconfiar dos métodos do alienista.


Orgulho e Preconceito, "filho querido" de Jane Austen, ganha cores nesta versão de Ian Edginton e Robert Deas. O romance, escrito originalmente no fim do século XVIII, reflete a respeito da sociedade da época, especialmente no que diz respeito aos valores e condutas. Nesta adaptação, mantém-se a personalidade forte dos personagens principais, Mr. Darcy e Lizzy Bennet, e revela-se o encantador cenário da narrativa. Essa HQ foi presente da querida Juliana, colega do curso de Pedagogia.

Por enquanto, essas foram as HQs que li e pelas quais me encantei. Quais serão as próximas?

Nenhum comentário:

Postar um comentário