sexta-feira, 22 de julho de 2016

Voltar para casa (Toni Morrison)


Essa foi uma obra indicada pela minha futura professora de Literatura Inglesa e antes mesmo de começar, eu já imaginava que seria um grande livro, afinal, todos os livros indicados por ela costumam ser surpreendentes e me deixam de boca aberta, com aquela sensação de por que eu não li esse livro antes?

Voltar para casa narra a trajetória de Frank Money, que após um longo período na Guerra da Coreia, está retornando para a sua cidade natal na Geórgia, depois de descobrir que a sua irmã caçula corre risco de vida.

É perceptível ao leitor as marcas que a guerra deixou no coração de Frank. Ainda que ele tenha tido um relacionamento com Lilly (uma costureira talentosa, que buscava sempre melhorar de vida), seus pesadelos fazem com que ele se lembre constantemente o horror que viveu nos últimos anos - e o impeça de conviver bem com outras pessoas, como a morte dos seus dois amigos na guerra e o caso da menininha coreana, que costumava buscar no lixo o alimento para mantê-la viva.

Ycidra, irmã de Frank, apesar de não ter conhecido os horrores que o irmão viveu na Coreia, também viveu as suas próprias batalhas, igualmente cruéis. E é nesse ambiente opressivo e extramemente violento em que os dois irmãos irão se reencontrar e quem sabe, ressignificar o futuro de ambos, torná-lo um lugar mais agradável ou apenas bom o suficiente para se viver.

Toni Morrison, autora do Voltar para casa, foi a primeira escritora negra a vencer o prêmio Nobel de literatura, em 1993. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário